Banner

terça-feira, 31 de julho de 2012

4º dia olímpico é marcado pela histórica 19ª medalha de Michael Phelps. Brasil segue com poucas vitórias

Nesta terça-feira (31/7) aconteceu o 4º dia das Olimpíadas, em Londres, marcado pela histórica 19ª medalha do nadador norte americano Michael Phelps. Destas 19 medalhas, 15 foram de ouro. Agora Phelps superou a ex-ginasta Larissa Latynina, nascida na Ucrânia, que representou a União Soviétiva nos Jogos de Melbourne 1956, Roma 1960 e Tóquio 1964. A marca, portanto, durava 48 anos. Se para os americanos foi um dia histórico, para nós foi mais um intervalo sem medalhas. Por este motivo, o Brasil caiu para o 14º lugar no quadro geral. A prova disto, foram as decepcionantes derrotas no judô, com Leandro Guilheiro e Mariana Silva frustrando a torcida brasileira que esperava vitórias com estes dois judocas. No futebol feminino, o Brasil perdeu para Grã- Bretanha por 1 a 0, ficando em 2º no seu grupo, sendo assim o time verde e amarelo enfrentará a seleção do Japão, atual campeã mundial, nas quartas de final, ou seja, uma parada difícil. Tivemos algumas alegrias, como por exemplo, o basquete masculino, com o Brasil vencendo a Grã-Bretanha por 67 a 62. Outra grande vitória foi no vôlei masculino de quadra que venceu a forte seleção russa por 3 sets a 0 (com parciais de 25/21, 25/23 e 25/21). No vôlei da praia os homens (Alison e Emanuel) venceram a dupla suíça´Jefferson Bellaguarda e Heuscher´ por 2 sets a 0 (21/17 e 21/12). No feminino, a dupla Talita e Maria Elisa venceu Goller e Ludwig, da Alemanha por 2 sets a 1(21/19, 29/31 e 15/13). Outro triunfo foi na natação com Cesar Cielo conseguindo chegar à final dos 100m livres que ocorrerá hoje(1/8). Mais um resultado positivo desta terça-feira(31/7), foi na Vela, com Robert Scheidt e Bruno Prada que ficaram em primeiro e segundo nas duas regatas do dia e pularam para a vice-liderança da classe Star. Estas foram as últimas notícias sobre os brasileiros. O nadador americano, Michael Phelps, deve se aposentar este ano e, infelizmente, já afirmou que não estará no Rio de Janeiro em 2016. Esta deve ser a sua última participação em Olimpíadas.

Um comentário: