Banner

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

CRB precisa de R$ 6 milhões até o dia 30 de junho para não perder o seu estádio

O CRB tem até o dia 30 de junho para pagar cerca de R$ 6 milhões por determinação da Justiça do Trabalho. Caso ele não consiga levantar o dinheiro, terá seu estádio (Severiano Gomes Filho, que vale entre R$ 16 e 25 milhões) leiloado, no entanto, o presidente do Conselho Deliberativo do CRB, Kennedy Calheiros, disse na última terça-feira (10/1), que há algumas alternativas para o Clube de Regatas Brasil não perder este bem, uma delas, vender o próprio estádio e, com o dinheiro, não só quitar os débitos resultantes de ações trabalhistas, mas também pagar o que deve de compromissos com o INSS, Refis e FGTS, além de construir um centro de treinamento e uma nova sede regatiana. Uma outra, seria aceitar a proposta de uma empresa de hipermercados que quer construir no local do estádio um centro de vendas, oferecendo para isso o pagamento de um aluguel mensal de R$ 200 mil, durante 20 anos. Com esse dinheiro, o CRB quitaria a dívida trabalhista e alugaria o Estádio Nélson Peixoto Feijó (propriedade do Corinthians Alagoano) por R$ 25 mil mensais, durante o mesmo período. Por conta disto, o conselho deliberativo do CRB convocou uma reunião para logo após o clássico com o CSA para discutir uma solução para o problema. O Na Mira do Esporte estará de olho, e assim que resolverem este problema divulgaremos aqui no blog. Tomara que o time alvirrubro consiga resolver este problema, pois se o clube da Pajuçara não conseguir uma solução, será uma derrota para o CRB e principalmente para o futebol alagoano que perderá um estádio, onde já ocorreu históricos jogos de futebol.

Nenhum comentário:

Postar um comentário